All posts by kiko

Jantar Popular: Piratas modernos e comunidades no mar

Velejar…
Um hobby de luxo para os privilegiados? Um desporto para os ricos?
Talvez, mas não só.
Empunhamos um par de binóculos, perscrutamos o horizonte: Alternative World Sailing Community , Festina Lente, Confradia Recla-Mar, AJD , Flotille
Cada vez mais projectos e pessoas têm descoberto na vida no mar uma alternativa à sociedade consumista, e uma experiência de autonomia e liberdade. Recuperam-se veleiros moribundos, içam-se velas, parte-se sem pressa, derrubam-se fronteiras, criam-se redes, experimentam-se formas de vida comunitária e em harmonia com a natureza.

Três veleiros recuperados e colectivizados estão neste momento em Lisboa. O Tupamaro partiu da Bretanha rumo a sul. É um dos barcos do colectivo Jean-Batollectif/ve:  uma equipa duma quinzena de pessoas com vontades comuns, como as de navegar, reparar barcos, criar sinergias, fazer espectáculos, grupos corais, cantinas… O Albarquel é um barco de 20 metros em madeira que está a ser reparado por mais de uma dezena de pessoas num estaleiro em Sarilhos Pequenos e que vogará em breve rumo a Marselha. O grupo que se ocupará do Albarquel está ainda em construção.

 
A sua tripulação vem até ao GAIA, partilhar histórias e conversar sobre o mar, a vela e o sonho.

Vamos conhecer estes piratas dos nossos tempos. Para quem sabe amanhã sermos nós a zarpar 🙂

18h cozinhar (ajuda é bem-vinda)
20h jantar
21h30 apresentação e conversa

(read more for english)

Continue reading Jantar Popular: Piratas modernos e comunidades no mar

Lançamento do relatório: “Empregos para o Clima” em Portugal

A Campanha internacional “Empregos para o Clima” existe em Portugal desde 2015 e conta com o apoio de várias organizações cívicas, sindicais e ambientais.

Ao longo do último ano a campanha contou com a colaboração de vários académicos e ativistas para elaborar um relatório sobre os empregos necessários para a transição energética em Portugal.

Que empregos? Em que setores? Com que custos? Que transição? A publicação foca-se nestas e outras questões, avançando a estimativa global de 100 000 novos empregos para reduzir as emissões poluentes de Portugal em 60-70%, em 15 anos.

O lançamento do relatório “Empregos para o Clima” terá lugar amanhã, dia 19 de outubro(quinta-feira) pelas 19h no auditório do CES- Lisboa (Picoas Plaza), e contará com a presença de:

Manuel Carvalho da Silva – CES-Lisboa (comentador)
Ana Delicado – Instituto de Ciências Sociais, UL (oradora)
Américo Monteiro – CGTP-IN (orador)
Ana Mourão – Climáximo (moderadora)