Viagem de Observação em Defesa dos Guarani Kaiowá

De 23 a 28 de agosto 2017, uma delegação de oito observadores pelos direitos humanos da Itália, Alemanha, Espanha e Portugal visitou algumas terras indígenas dos povos indígenas Guarani e Kaiowá no Mato Grosso do Sul. Decidiram prolongar a viagem até fim  do mês, com parte da equipa, para poder fazer mais umas visitas a lugares Guarani e Kaiowá que precisam de apoio urgente.

O objectivo dos observadores internacionais é sobretudo conhecer a situação em que se encontram os povos mais ameaçados pela investida do agronegócio no Brasil, discutir formas de cooperação internacional e estabelecer canais de comunicação directa entre uma rede de apoio que se está a criar na Europa e as comunidades Guarani e Kaiowá.

A observadora portuguesa, Sara Baga, testemunhou, filmou, fotografou e escreveu sobre as situações que a delegação europeia foi encontrando, que consubstanciam gritantes violações constantes dos direitos humanos das comunidades Guarani e Kaiowá, em particular por parte dos grandes latifundiários, sem que o Estado Brasileiro intervenha (pelo contrário, o governo Temer acaba de extinguir uma reserva nacional importantíssima para a sobrevivência e qualquer chance de vida digna para estes povos).

Pequeno apelo: a observadora portuguesa foi a única que seguiu viagem sem ter todas as suas despesas (cerca de 1.600 euros) garantidas. Apesar do apoio do PAN, da rede portuguesa de solidariedade com Guarani Kaiowá, da Campanha Sementes Livres e de algumas pessoas individuais generosas, ainda faltam cerca de 500 euros para suprir os custos. Se estás em condições de ajudar, faz um donativo através da associação GAIA (se precisas de recibo) ou directamente para a Sara Baga (caso o recibo não te faça falta). NIB do GAIA 0035 0298 0000 6902130 (manda teu nome e contribuinte para lisboa@gaia.org.pt) e da Sara 0035 0250 00699981500 26 >> Descritivo da transferência: viagem observadora.

Sara Baga, documentarista e activista

Relato do primeiro dia da visita (23 de Agosto)

Relato do terceiro dia da visita (25 de Agosto)

Outras informações:

Segue a viagem na página FB da rede de apoio aos Guarani Kaiowá

Notícias sobre a viagem da delegação e a representante portuguesa:

Lusa – 29 de Agosto: portuguesa relata realidade dura e ameaças aos índios

Público – 23 de Agosto: uma portuguesa a lutar pela defesa dos Guarani Kaiowá

Diário de Notícias/ Lusa – 23 de Agosto: comitiva de observadores visita terras indígenas no Brasil

Contexto actual da luta pelas terras indígenas, avanços e recuos…:

Governo Temer agrava a situação dos índios, notícia do dia 24/8: Temer manda extinguir reserva natural de quatro milhões de hectares (No dia 29/8, o governo Temer recua um pouco nesta decisão, mas não reinstaura a reserva)

16/8: Importante decisão do Supremo Tribunal para não reconhecer danos ao Estado de Mato Grosso por perda de terras indígenas: STF nega a MT pedidos de indenização por desapropriação de terras indígenas

Grupo de Acção e Intervenção Ambiental